Terça-feira, 29 de Julho de 2008

Outros projectos...sonhos...

Para que vos quero outros projectos | ...é assim a vida...mas este é o predominante | veremos...

 

Eis porque surge este post

 

Em virtude de terem surgido um conjunto de projectos/ideias novos que terei de abraçar por necessidade de "euros" (sabem como é!? sem euros "no adventures"), para que possa levar a cabo novas aventuras como esta que vos venho contando, provavelmente o ritmo a que surgiram novos posts será mais reduzido.

 

Felizmente ou infelizmente esta é uma necessidade para quem não é pago ou patrocinado para andar a aventurar-se e acreditem estas aventuras, mesmo que queiramos gastar muito pouco, temos sempre de gastar algum, nem que sejam só 1000 euros!

 

De entre os projectos todos aquele que mais me tem apaixonado tem sido a criação deste blog, surgindo assim como uma continuidade da viagem iniciada por mim acerca de 3 meses e meio.

 

Portanto, embora ponha este e o outro projecto aventura que estou a preparar em primeiro lugar, devo dizer-vos que poderá ser possível que o ritmo de posts vá diminuindo. Tentarei que tal não aconteça garanto-vos...espero que nem sintam a diferença...vão ver.

 

Para aqueles que lêem ou que têm acedido a este blog peço-vos a vossa compreensão e agradeço muito que estejam a fazer deste blog, de alguma forma ou maneira, sentir-se vivo, mesmo que se acanhem a votar naquela que é a foto em que estou mais bonito (com modéstia à parte) ou a fazer comentários...hehe!

 

A vocês, muito obrigado!

 

(...A necessidade de criar este post não era de todo esperado, nem por mim!)

a viagem:

publicado por Aubigné às 14:23
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 25 de Julho de 2008

BERLIM - 13º Dia

Viena vs Berlim | 14 de Maio de 2008

 

Relativamente ao dia de ontem, fui também visitar a estação de Westbanhof, estação enorme, com várias plataformas que levam passageiros de comboio a partir de Viena por toda a Áustria, países adjacentes e toda a Europa.

 

Já no dia 14 de Maio, apanhei o autocarro para o aeroporto e por lá aguardei, mais uma vez, num aeroporto por outra companhia aérea, a melhor de todas aquelas em que viajei...Air Berlim, pela atenção ao cliente e, claro está, pelas pequenas coisas que fazem toda a diferença.

 

Cheguei a Berlim por volta das 14h20m...

 

Contudo, ao local onde se localizava o hostel apenas cheguei por volta das 15h.

 

Esta passagem por Berlim viria a ser das mais curtas de toda a minha viagem, mas nem por isso deixou uma das mais emocionantes, como passo a descrever neste e nos próximos posts que se seguem.

 

Dado o avançado da hora a que cheguei a Berlim e das poucas horas que dormi no dia anterior, fazia-me acompanhar de algum sono e cansaço.

 

Chegado ao hostel tinha um dos meus parceiros de quarto a dormir. É tempo de voltar a dizer o mesmo que já disse em Viena, este hostel, da mesma cadeia que o anterior, muito barato, com um ambiente magnífico, desde o staff passando pela população residente no hostel, até ao pequeno-almoço, vale toda a pena.

 

Mas por mera coincidência encontrei a Kate, sim aquela miúda australiana que tinha conhecido em Viena, ficou no mesmo hostel que eu em Berlim, e não tardou da parte da tarde fomos dar uma volta pela cidade de Berlim.

 

Berlim é uma daquelas cidades que não impressiona à primeira vista, da qual pode até nem se gostar logo à primeira, mas há medida que vamos conhecendo melhor a capital alemã vamos compreendendo melhor as suas características, as suas potencialidades, as suas gentes e logo a sua beleza.

 

Foi uma capital de viragem e que contribuiu em muito em termos históricos para aquilo que é hoje a Europa, que marcou e marcará para todo o sempre os destinos europeus e foi também uma cidade de viragem para mim...

 

Voltando à passeata que fomos dar, desde o hostel a pé até à Porta de Brandenbrugo, passámos, necessariamente, pela Alexanderplatz onde vimos e tirámos fotos junto da torre de televisão alemã (Fernsehturm), dali fomos, sempre a "descer", admitindo que a Porta de Brandenburgo é a baixa da cidade de Berlim, até ao Rotes Rathaus, dali seguimos até à Catedral de Berlim e finalmente, depois de mais uns "mil passos" e por entre muitas conversas, fomos desembocar na Porta de Brandeburgo.

 

Pelas 18h da tarde almocei o meu" belo" Donner/Kebab, num dos poucos "guichets" (LOL) destes espalhados pela Europa, aliás surgiu-me até a ideia de criar um franchising destas, sei que ficaria rico com as mesmas dada a originalidade. hehehehehehehehe!

 

Depois fizemos todo o percurso de regresso ao hostel por ruas mais secundárias, optámos por acompanhar o Rio Spree, que banha a cidade de Berlim e assim, já perto do anoitecer, chegámos ao hostel de novo...a Kate tinha também combinado com uma colega que estava por Berlim ir sair à noite...eu preferi descansar neste dia...combinámos ir à "free tour" organizada pelo hostel no outro dia às 10h da manhã.

 

Eu ainda jantei, o quê? Uma hambúrguer com muito mau sabor e aspecto num "guichet" (LOL) de donners/Kebabs ao lado do hostel...mais valia ter comido o belo do hambúrguer do palhaço alegre...possas! Porque é que não fiz isso!

 

Fui para a net onde, de novo, tive com a Raquel, grande companhia, a Ana Sofia também lá esteve, assim como o André.

 

Hora de dormir, para acordar cedo no dia seguinte tomar o pequeno-almoço (muitas vezes a minha principal refeição do dia e, por isso, abusava, mesmo!) e preparar-me para a "free tour" acompanhado com a Kate.

 

A Kate, surpreendentemente óptima companhia...espectacular! Há e já me esquecia, os meus colegas de quarto eram um Canadiano a viajar pela Europa por três meses (era quem dormia quando cheguei ao quarto), um Brasileiro - o Victor - que estudava na Europa, e que dali partia para Palma de Maiorca para trabalhar, para ganhar mais uns trocos para continuar o seu deambular pela Europa...a outra cama estava vazia. 

 

Importante: Viena representa um marco na minha aventura, pequena, só de um mês pela Europa de mochila às costas e sozinho, por ser o país que geograficamente se encontrava mais distante de Portugal, porque tinha a língua mais desconhecida, para mim, e porque era uma cultura já muito díspar da nossa...mas só vos digo como esta cidade, não há nenhuma mais harmoniosa de entre as que visitei...

 

Nota: muito positiva para o hostel, muito bom e com muito bom ambiente...aliás muito louco, sem melhores adjectivos para o qualificar.

 

6 momentos na chegada a Berlim acompanhado pela Kate:

 

Torre de televisão (Fernsehturm) de Berlim na Alexanderplatz , um dos muitos edifícios emblemáticos de uma cidade em permanente reconstrução

por: TMA 05/2008

Eu junto deste ícone da cidade de Berlim

por: TMA 05/2008

Rotes Rathaus outro monumento de Berlim

por. TMA 05/2008

Eu na catedral de Berlim...quem me tirou a foto foi a Kate...grande companhia nesta aventura por Berlim

por: TMA 05/2008

...de novo eu junto à Catedral de Berlim

por: TMA 05/2008

Porta de Brandenburgo outro dos pontos turísticos e ícones da cidade de Berlim, no sentido oposto a esta foto fica o hotel Adlon onde Michael Jackson apresentou pela primeira vez o seu filho ao mundo.

por: TMA 05/2008

 

a viagem: ,

publicado por Aubigné às 14:35
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 23 de Julho de 2008

VIENA - 12º Dia

Viena | 13 de Maio de 2008

 

Mais um dia pela cidade de Viena aquela que, de entre todas as outras lindíssimas que visitei, considerei a mais harmoniosa e mais bonita. Sem querer parecer estar a sobrevalorizar esta em detrimento das outras.

 

Quanto ao decurso do dia...da parte da manhã aprecei-me a visitar o Schonbrunn Palace, também conhecido por Palácio de Versalhes de Viena e ainda mais conhecido por palácio da Princesa Sissi...lindíssimo!

 

Que espaço espectacular devo dizer-vos, um verdadeiro ex-libris desta cidade, não deixem de o visitar se visitarem esta cidade. Os seus vastos jardins, a sua estufa única, os diferentes tipos de jardins dentro de um só, o jardim zoológico...visitem se forem a Viena porque esta é mais uma obra que contribui para a harmonia já existente nesta cidade.

 

Quando ia a caminho de regresso ao hostel para almoçar o eléctrico "tram" parou subitamente por causa de um acidente automóvel que sucedera em cima da sua linha...tive, por isso, de dar uma volta três vezes maior de metro, mas adorei na mesma...cheguei, almocei e voltei a sair.

 

Já da parte da tarde em direcção ao bonito museu e jardins de Belvedere, um pouco mais distante do centro, mas nada que um eléctrico não nos ajude a lá chegar e devo dizer-vos que vale a pena...lindíssimo também, como tudo em Viena.

 

Foi neste último que conheci um grupo de turistas com ar de "reformados" três holandeses de Amesterdão, entre homens e mulheres e outra senhora da Bélgica. Todos amigos e muito divertidos.

 

Os dois pontos menos favoráveis a estes dois motivos de interesse de Viena são: Schonbrunn 9,5 € para ver meia hora, sem guia, parte do edifício, não todo; Belvedere 11 €, no meu caso, exclusivamente para ver "o beijo" de Klimt.

 

Foi um dia em que aproveitei para pôr em dia algumas coisas no meu diário de viagem (como contas, etc...), falei um pouco com as minhas colegas de quarto, fui ao lounge conversar com o parisiense...despedi-me da Kate que partia às 4h da manhã pela Air Berlim para Berlim e, já mais tarde, depois da Internet fui fazer companhia à almofada e ao ressonar das minhas "compinchas" de sono.

 

Preparei-me, no entretanto, para o acto mais rotineiro que tive no decorrer desta aventura, o de preparar as malas que me faziam carregar 20 quilos em cima, sempre que partia para outra cidade/destino. Mas há coisas óptimas que fazemos porque queremos e estamos ali livres, mesmo que rotineiras, são as melhores do mundo e aquelas que fazem as pequenas coisas do dia-a-dia tornarem-se muito grandes.

 

Foram estas as vicissitudes deste dia, nesta linda cidade...

 

Não me canso de dizer. Visitem a Áustria, mais em concreto Viena e vão ver que vão adorar...é linda.

 

Já agora participem também no meu blog, vá lá!!!!!

 

17 momentos por Viena:

 

 

Palácio de Schonbrunn ou Palácio de Versalhes de Viena e também palácio da Princesa Sissi

por: TMA 05/2008

 

Schonbrunn e os seus jandins lindos

por: TMA 05/2008

 

Schonbrunn...espectáculo

por: TMA 05/2008

 

Eu no meio das árvores em Schonbrunn

por: TMA 05/2008

 

Alameda de Schonbrunn a sua fonte Neptuno e ainda a sua Gloriette

por: TMA 05/2008

 

Eu e atrás de mim a bonita fonte de Neptuno em Schonbrunn

por: TMA 05/2008

 

Palácio de Schonbrunn visto dos jardisn de Schonbrunn...e eu

por: TMA 05/2008

 

Palácio de Schonbrunn visto da sua Gloriette e vista da cidade de Viena

por: TMA 05/2008

 

Eu na Gloriette de Schonbrunn

por: TMA 05/2008

 

Pavilhão da Palmeira (Laranjal), estufa em Schonbrunn

por: TMA 05/2008

 

Mais uma foto de uma fonte nos vastos jardins de Schonbrunn

por: TMA 05/2008

 

Eu na entrada de Schonnbrunn

por: TMA 05/2008

 

Belvedere...lindo

por: TMA 05/2008

 

A entrada de Belvedere...museu onde se encontra a obra de Klimt  "O Beijo"

por: TMA 05/2008

 

Eis a foto tirada pelo senhor holandês...é arte!?

por: TMA 05/2008

 

Eu na camarata do Wombat's Vienna...Hostel lindo...

por: TMA 05/2008

 

A camarata praticamente nova, esta foi a cama em que fiquei...

por: TMA 05/2008

a viagem:

publicado por Aubigné às 14:12
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 21 de Julho de 2008

Em qual estou melhor ? :)

Em qual estou melhor ? | ...Colaborem, vá lá...nem que sejam só três pessoas a ler o Blog

 
O objectivo deste post que hoje aqui coloco pretende pedir-vos a vocês, aqueles que lêem, este blog (...sim eu sei somos só três a ler, comigo incluído, mas não interessa...), vá lá não se acanhem deixem-me mais comentários.
 
E colaborem neste pedido que vos faço.
 
Isto é, o que vos queria pedir era: de todas as fotos que coloquei, desde o início até agora indiquem-me, em cada cidade que visitei qual das fotos é, para vocês, a melhor, não esquecendo os seguintes requisitos mínimos:
  • Eu tenho de estar na foto;
  • Eu não posso estar assim muito feio e com um ar muito ridículo, bem sei que são a generalidade, mas evitem escolhê-las e tentem ajudar-me...vá lá;
  • E tem de ser uma de cada cidade onde estive, não de cada post;
Reparem num total de 1420 fotos tiradas é difícil escolher as melhores e assim vocês serão a minha maior e mais fiel ajuda...façam as vossas escolhas e na área dos comentários deixem a vossa impressão, nem que seja negativa...agora por favor não se acanhem.
 
Aos que colaborarem agradeço imenso...mas vá lá ajudem-me a criar o meu próprio "dossier" de viagem.
 
Isto é quase um pedido por favor em vez de um pedido tradicional. :)
 
AGRADEÇO-VOS A COLABORAÇÃO
a viagem:

publicado por Aubigné às 16:28
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 20 de Julho de 2008

Dos...conhecidos por Viena

Honra seja feita a quem acaba, juntamente, connosco por animar estas aventuras...|a todos o meu muito obrigado

 

Dedico um post especificamente a este tema porque em Viena conheci pessoas muito diferentes...pela sua diversidade e também aproveito para vos falar sobre as minhas colegas de quarto e porque, não descurando, uma das mais apaixonantes razões para se viajar é poder conhecer pessoas que, como nós, estão, pelo contexto, mais dispostas para estabelecer novos conhecimentos.

 

Começando pelas minhas três companheiras de sono alemãs, raparigas novas e amigas, foi difícil entrar num grupo tão coeso, com uma língua tão diferente, mas sabendo eu que elas iriam estar lá até dia 14 de Maio, estar naquele quarto concebendo não falar com elas era absurdo, foi difícil, mas consegui...lá quebrei o gelo e à parte de elas não serem as maiores belezas do mundo, no fim da minha/nossa estadia (porque partíamos na mesma data, mas em horas diferentes), já nos despedimos de forma, vá sem querer abusar, autêntica.

 

Foi óptimo tê-lo conseguido.

 

Mas conheci mais pessoas por Viena, para além de uma parte do staff do Wombat's Viena - the Lounge, conheci duas norrte americanas enquanto escrevia os meus postais na noite de 12 de Maio, uma da Califórnia e outra do Texas, amigas, a Amanda e da "miúda" do Texas não me recordo do nome (a velhice é tramada, mais uma vez...).

 

Falei com elas todos os dias até à sua despedida, anterior à minha, a Amanda era uma "miúda" activíssima. (foi a rapariga do Texas que tomou a iniciativa de falar comigo...)

 

Conheci um parisiense, que trabalhava em Londres seis meses do ano, vivia três meses em Barcelona e viajava pelo mundo nos outros três, este estava acompanhado por um brasileiro que havia conhecido no seu destino anterior e por coincidência partiram os dois no mesmo comboio para Viena e ali estavam...assim obviamente acabei também por conhecê-lo. Falei com eles todos os dias até à sua ida, anterior à minha.

 

Conheci ainda uma rapariga norte americana que estava na Internet a meu lado e uma australiana, enquanto escrevia postais para os seus seis irmãos...e eu que  só tinha de escrever cinco...

 

Ainda na noite de 12 de Maio chegou uma colega nova de quarto, era australiana, a Kate que se encontrava a estudar em Itália...e sobre ela falar-vos-ei mais tarde, já por Berlim e Paris, porque acreditem há coincidências.

 

Enquanto conhecia os bonitos jardins do Museu Belveder, no dia 13 de Maio, conheci um grupo de holandeses que também passeavam por ali, foi um deles que tirou aquilo que considerou uma foto artística...ainda partilhei com eles a minha pequena aventura.

 

São eles que juntamente connoscos e a nossa disponibilidade fazem estas aventuras serem sempre únicas...

 

12 momentos:

 

Museum fur Volkerkunde Viena

por: TMA 05/2008

Museums Quartier

por: TMA 05/2008

Parlamento Austríaco

por: TMA 05/2008

Eu...olhem para a minha figura...no Parlamento Austríaco

por: TMA 05/2008

City Hall austriaco, aqui a preparar um estádio improvisado para o Euro 2008

por: TMA 05/2008

Eu no Burg Theater

por: TMA 05/2008

Vovit Church

por: TMA 05/2008

Karl Church

por: TMA 05/2008

Eu em frente à Karl Church

por: TMA 05/2008

A roda gigante da feira popular de Viena...é uma atracção turistica pela sua estrutura

por: TMa 05/2008

Uma boa forma de recepcionar em viena...casa da música

por: TMA 05/2008

Carro eléctrico de Viena aqui com motivos alusivos ao Euro 2008

por: TMA 05/2008

 


publicado por Aubigné às 16:35
link do post | comentar | favorito
Sábado, 19 de Julho de 2008

VIENA - 11º Dia

Viena | 12 de Maio de 2008

 

Abertura das hostilidades pela cidade de Viena...bilhete para todos os transportes da cidade, para 72h horas livre-trânsito, mas nem por isso andei manos a pé, desenganem-se.

 

A cidade da cultura, da música clássica, de Klimt, de Haydn e, diria mais, a cidade detentora de uma luz resplandecente, muito pouco poluída e com muita harmonia entre o verde, o tirol e a natureza das suas gentes (aqui começamos a ver o uso da bicicleta como claro e principal meio de locomoção e de transporte dentro da cidade).

 

Mais calma que Barcelona, mas muito mais bonita no que respeita à cor, cheiro e poluição visual.

 

Comecei por ir até à St. Stephan's Cathedral, daqui parti a pé, através da Karntner Strasse até à Ópera de Viena onde se pode assistir à ópera a partir de 2 € em pé, fui ao Hofburg Palace, onde vi Albertina, Museum fur Volkerkunde, Spanish Riding School, Royal Chapel (Vienna Boys Choir) e Schatzkammer (Imperial Treasury).

 

Isto tudo inserido num espaço verde, com alguns lagos, representando o azul, único...aliás esta cidade é única, por tudo...

 

Almocei o quê? O palhaço alegre de novo, que também me tinha desgostado as papilas gustativas ontem à noite antes do retiro nocturno. (Vão contando...)

 

Enfim este foi um dia em que vi grande parte do centro de Viena, conheci todo o quarteirão dos museus (Museum Quartier), o parlamento austríaco, andei de "Tram" (carro eléctrico local que se encontra incluído no bilhete 72h por Viena).

 

Ao fim do dia fui à Praterstern - feira popular de Viena...eis as diferenças culturais a acentuarem-se entre culturas do sul europeu e nórdico/centrais (é isto que é lindo enquanto vivência e experiência...). Aqui pode-se entrar em todos os locais e atracções, só pagando aquilo que efectivamente se usufrui.

 

Apenas uma constatação, não houve cidade em que tivesse visto tanta mistura, tanto intercâmbio, no bom sentido, de europeus de leste...e tenho de assumir que as austríacas são lindíssimas.

 

 12 momentos:

 

Stephan's Cathedral

por: TMA 05/2008

Eu em frente ao Stephan's Dom Cathedral

por: TMA 05/2008

 

Karntner Strasse

por: TMA 05/2008

 

Uma das laterais da Ópera de Viena

por: TMA 05/2008

 

Ópera de Viena

por: TMA 05/2008

 

Albertina...Viena...não, não é a rapariga que está na imagem é o edifício

por: TMA 05/2008

 

Hofburg de Viena

por: TMA 05/2008

 

Eu no Hofburg em Viena

por: TMA 05/2008

 

De novo no Hofburg

por: TMA 05/2008

 

Eu em frente ao Museu Papyrus/Biblioteca/Volkerkunde Hofburg

por: TMA 05/2008

 

Eu em Hofburg again...

por: TMA 05/2008

 

A bicicleta que se vê ser utilizada por toda a cidade, para mim um dos principais e melhores meios de transporte

por: TMA 05/2008

 

Garanto-vos que colocarei mais fotos relativas a este dia no post seguinte...

 

...

 

Hoje foi, à semelhança de outros dias, dia de postais de Viena para Portugal. 

 

Eis o postal enviado a partir de Viena
a viagem:

publicado por Aubigné às 15:27
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 16 de Julho de 2008

VIENA - 10º Dia

Veneza vs Viena | 11 de Maio de 2008

 

O título Veneza vs Viena porquê? Uma não tem a ver com a outra e ambas são bonitas ao seu jeito, cada uma com  seu charme e encanto...parece um pouco "clichet", mas é o que se arranja, a imaginação não dá para mais.

 

Enfim, parte da manhã foi passada no aeroporto de Treviso e a parte da tarde, aí sim, em Viena.

 

...no aeroporto, fui pela primeira vez barrado, fizeram-me um teste a químicos...magnífico.

 

 Um voo atribulado e turbulento, pela SkyEurope, sem luzes acesas durante todo o voo e como se não bastasse a meu lado vieram duas "torres" três vezes maiores e mais largos que eu, fizeram-me sentir pequenino (...que sou!) e falaram o percurso todo, mas todo...

 

Já em Veina...

 

Que cidade organizada! Bom poderiam ser efeitos de se estar quase a realizar o Euro 2008 (em parceria com a Suiça). Assim sendo do aeroporto apanhei um autocarro para Westbanhof...onde metros a pé do seu lado esquerdo encontre um dos melhores, mais modernos, mais jovens e dinâmicos hosteis onde fiquei...numa palavra - lindo.

 

Bom a principal desvantagem de se chegar a uma cidade tão harmoniosa e organizada como esta só poderia ser uma, ou seja, a sua língua totalmente incompreensível para quem não percebe nada de línguas germânicas. Mas todos falam inglês o que facilita em muito a comunicação por terras austríacas.

 

Cheguei tarde e cansado, mas ainda assim antes do anoitecer fui passear para conhecer a  Mariahilfer Strasse, longa, linda...adorei a rua que ia desde o hostel até ao quarteirão dos museus, já no centro desta linda cidade.

 

O meu quarto era uma camarata de 6 pessoas onde fiquei acompanhado por um um grupo de três raparigas, amigas e alemãs...para além de outros desconhecidos que não conheci, porque adormeci antes de chegarem e acordei depois de partirem...

 

E na net...grande escape lá estava de novo a Raquel, grande apoio...mas a net sai cara, uma média de 0,61 €/dia, explicarei mais há frente porquê...

 

Por agora resta-me descansar para amanhã...

 

9 momentos:

 

Poderia muito bem não ser em Viena, mas é...

por: TMA 05/2008

A cultura é outra mesmo, tira-se o jornal e depois paga-se o jornal...cá!?

por: TMA 05/2008

Igreja em Mariahilfer Strasse...podia bem ser em Portugal, mas não é...

por: TMA 05/2008

Edifício de Viena (Mariahilfer Strasse)

por: TMA 05/2008

Placa Toponímica de Museums Quartier e típica de Viena

por: TMA 05/2008

Eu no Museums Quartier logo à chegada

por: TMA 05/2008

...de novo no Quartiers Museums...

por: TMA 05/2008

A larga rua do Museums Quartier

por: TMA 05/2008

A mesma avenida...noutra perspectiva...isto tudo à chegada!

por: TMA 05/2008

a viagem:

publicado por Aubigné às 11:04
link do post | comentar | favorito
Sábado, 12 de Julho de 2008

VENEZA - 9º Dia

Veneza | 10 de Maio de 2008

 

Estive mais à vontade em Veneza e foi um dia em que andei sempre sozinho, parecia que os momentos de solidão estavam a começar a corresponder a um padrão - dia sim, dia não...obviamente que não passa de uma imaginação fértil este padrão.

 
Logo pela manhã tive de debandar da Foresteria Valdese e ir à procura do Bruno Hotel o que vale é que eram próximos um do outro. Com as mochilas já no quarto fui fazer aquilo que se faz melhor em Veneza...passear.
 
Fiquei em San Lio, mesmo ao lado da Crazy Pizza e para a minha direita tinha o Rialto e para a minha esquerda tinha a Piazza San Marco, a sua marginal e os barcos para Murano.
 
Só vos digo uma coisa! Se querem ver águas poluídas, vão a Veneza, porque por lá a poluição prolifera. Eu vi um monitor de computador a boiar naquelas completamente opacas águas.
 
Por volta das 18h estava a “stressar” com a ausência de civilização (e a sua maior e mais poluente invenção - o automóvel) e como o dia de partida para Viena será já amanhã, dado que se tratará de um domingo em que se realiza uma competição anual local chamada "Vouga Longa". Esta prova de todo o tipo de embarcações pelo Grande Canal, principal eixo de transporte para a Piazza di Roma...o que o fecharia no dia de amanhã desde cedo, fazendo-me ter de me preparar para ir cedo para o aeroporto (...mais uma vez...), sem necessidade.
 
Ora eram então 18h quando fui ver qual o caminho para a Piazza di Roma a pé, não fosse acontecer algo que não me permitisse apanhar o transporte para a mesma...aproveitei e conheci toda a ilha.
 
No decurso da tarde passeie pela marginal de Veneza e à noite quis ir ver a Piazza di Roma toda iluminada e fui de novo numa viagem nocturna pelo Rialto.
 
Essencialmente andei a passear e a tentar descansar.
 
No dia seguinte de Veneza já só conheci, praticamente, o aeroporto de Treviso, um pequeno aeroporto só para companhias de voo Low Cost...depois virá Viena.
 
Eu aproveitei a minha estadia em Veneza para descansar e recompor forças para as aventuras seguintes. Mas não descurei de aproveitar esta cidade como as outras, onde também andei imenso.
 
24 momentos:
 

Vista do Grande Canal a partir do Rialto

por: TMA 05/2008

Piazza San Marcos em Veneza parte da Marginal

por: TMA 05/2008

 

Mais uma foto na Piazza San Marco (junto à catedral e ao governo de Veneza)

por:TMA 05/2008

 

Um barco da polícia em Veneza e eu numa das estreistas ruas da mesma cidade

por: TMA 05/2008

Eu e as minhas saladas de fruta junto ao Grande Canal

por: TMA 05/2008

Na marginal veneziana já com a barba por fazer...linda

por: TMA 05/2008

O relógio de sol acompanhado do arco em Veneza, há dois...

À entrada da Piazza de San Marco

por: TMA 05/2008

O Rialto, principal escadaria do Grande Canal em Veneza

por: TMA 05/2008

Eu e a catedral de Veneza por trás de mim

por: TMA 05/2008

Eu, o Grande Canal e o Rialto por trás...

por: TMA 05/2008

Piazza de San Marco durante o dia

por: TMA 05/2008

 

Torre de Veneza da Piazza de San Marco e Marginal de Veneza

por: TMA 05/2008

Eu Piazza San Marco

por: TMA 05/2008

Piazza di Roma em Veneza e carros de novo

por: TMA 05/2008

Torre de Veneza vista da sua marginal

por: TMA 05/2008

Eu no barco no meio do Grande Canal em dia de

"Vouga Longa"

por: TMA 05/2008

Um outro canal de Veneza, achei a foto bonita...

por: TMA 05/2008

Vista de parte de Giudecca uma das ilhotas de

Veneza mar

por: TMA 05/2008

Águas de Veneza, se procurarem bem encontram um ecra

de computador

por: TMA 05/2008

Mais uma bela vista de Giudecca, linda mesmo...

por: TMA 05/2008

Piazza San Marco à noite

por: TMA 05/2008

 
Hoje foi também dia de postais, mais cinco...
...

 

Eis o postal enviado a partir de Veneza

 

a viagem:

publicado por Aubigné às 15:43
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 10 de Julho de 2008

VENEZA - 8º Dia

Veneza | 9 de Maio de 2008

 

Depois de um atraso de 40 minutos de voo em que vim todo o caminho em conversa com um médico dentista italiano, isto porque lhe fiz uma pequena questão...mas adorei dada a simpatia, imaginem que eu não tinha alojamento e ele enquanto o avião não partiu utilizando tecnologia GPS tentou dizer-me os melhores sítios a ficar em Veneza.

 

Convém, antes de mais, explicar que Veneza divide-se em: Veneza terra e Veneza mar.

 

Eu queria, como normalmente todos queres, ficar em Veneza mar, embora admita que o acolhimento e o preço dos alojamentos sejam  melhores e mais baratos. Ressalvo contudo que Veneza é muito cara em qualquer das suas componentes territoriais, aliás todo o norte italiano, por ser mais rico que o sul, é mais caro.

 

Para além de ser cara ela, especialmente Veneza mar (aquela que a partir de agora será a que me referirei sempre como Veneza), está mais vocacionada para um turismo de luxo, não para "backpackers". Os preços dos alojamentos podem ir desde os 80 € noite até aos 6.600,00 € noite (isto em unidades hoteleiras normais e não em pousadas da juventude - cidade em que só há uma - ou hosteis).

 

Cheguei a um aeroporto pequeno - o de Veneza.

 

Chegado ao aeroporto informei-me, junto do posto de apoio ao turismo, apanhei o autocarro para a Piazza di Roma (último ponto onde se vêem carros em Veneza).

 

Uma vez chegado lá, comprei um cartão telefónico e pus-me a fazer chamadas para pousadas e hosteis. Para a primeira noite consegui ficar na Foresteria Valdese (hostel lindíssimo, fica situado no meio de um canal, por apenas 26 €/noite), na segunda noite tive de ficar num hotel reservado através do apoio a turistas (onde me chateie com a senhora que me atendeu, estava com 1h30 de descanso, com duas mochilas de 20 quilos em cima e sem informação nenhuma, porque esta é uma cidade "feita"para ricos. Para que vejam quando lá cheguei estavam centenas de ferraris de diferentes cores, feitios e idades a passearem-se pela grande piazza), este ficou-me por 80 €/noite.

 

Segui caminho, na verdadeira acepção da palavra, cidade linda, mas labiríntica, cheia de gente e não preparada para quem anda de mochila às costas, muito romântica, cheia de canais...para encontrar a Foreteria Valdese seguindo a pé pela Strada Nova é uma aventura, depois de muito andar, de estar cansadíssimo e de muito me perder, lá encontrei, ainda antes das 13h. Vejam que cheguei a Veneza às 10h, levei quase 40 min. de autocarro...cheguei à Piazza di Roma às 10h40, comecei a procurar a Foresteria cerca das 11h20 e encontrei-a já quase às 12h30, sem comer, descansar ou sentar-me.

 

Mas pior, quando lá cheguei tive de aguardar até ás 13h30, hora em que acabavam as limpezas de quartos e só depois, pude ir dormir mais umas horas. Pus a mochila no Luggage Storage, almocei o que tinha em minha posse e assim que badalaram as 13h30 fui para o quarto e já na camarata adivinhem o que fiz?

 

Descansei e dormi até ás 17h.

 

Acordei com uma colega que chegou...era australiana, que trabalhava em Londres. Conheci ainda no hostel duas norte americanas (mãe e filha...penso).

 

Levantei-me e segui...palavra de ordem, conhecer no tempo que me resta toda a labiríntica e romântica - Veneza...

 

Uma cidade no meio do mar em que os carros, os táxis, as ambulâncias, os bombeiros, a polícia e tudo o resto se faz ou tem como principal meio de transporte o barco. Para além disso é também conhecida pelas suas Gôndolas.

 

O que ainda fiz neste dia foi almoçar ás 19h da tarde, num restaurante chinês, diziam ser o mais barato, mas fui enganado...paguei 13,40 €, dos quais uma taxa que a cidade cobra a partir dos restaurantes aos seus clientes/turistas.

 

Fui ás compras (comprar géneros alimentícios, nada de "riquísmos"), fui ao quarto e já de noite fui dar uma volta ao Rialto onde conheci, na verdadeira acepção romântica do momento (lusco-fusco lindo), uma francesa que estava a dar uma volta pelo norte italiano de bicicleta...sendo o seu ponto final ali em Veneza, dali regressaria de comboio para Paris, sua terra natal.

 

Acabei o dia a comer um dos outros géneros alimentícios que mais me acompanharam - os Kebab's e os Donners...

 

Antes de dormir ainda fui escrever no meu diário de viagem, onde já tarde no decorrer da noite, filha e mãe norte americanas estavam a jogar "Karapo" na mesa à minha esquerda.

 

O amanhã...

 

10 momentos:

 

  

Canal da Foresteria Valdese e o Hostel Foresteria Valdese

por: TMA 05/2008 

Canal da Foresteria Valdese visto da camarata onde fiquei alojado

por. TMA 05/2008

Camarata a minha cama era a nº 6...essa mesmo

por: TMA 05/2008

Gôndola de Veneza...e a poluição das águas

por: TMA 05/2008

Como são estreitas as ruas de Veneza

por: TMA 05/2008

Relógio de Veneza, junto ao Rialto

por: TMA 05/2008

Grande Canal visto do Rialto

por: TMA 05/2008

Rialto à noite

por: TMA 05/2008

Mais uma vez o Rialto à noite, lindíssimo...

por: TMA 05/2008

a viagem:

publicado por Aubigné às 15:55
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 4 de Julho de 2008

ROMA - 7º Dia

Roma | 8 de Maio de 2008

 

Já sem a presença da Giovana, por isso, um dia mais sozinho, mas nem por isso pior...pelo contrário um dia em que a adrenalina foi expoente, adorei saber que tinha de ir dormir ao aeroporto (mais à frente explico melhor...).

 

Não consegui acordar tão cedo como em dias anteriores, tal já era o prazer de dormir naquele hostel.

 

Assim que me despachei pus-me a caminho de Coliseu de Roma, do Palatino e do Fórum Romano, todos ex-líbris da cidade e todos ao pé uns dos outros e, ainda por cima, todos pagos pelo mesmo bilhete. Esta volta levou-me toda a manhã, desta vez sem companhia.

 

Sendo o meu último dia por terras de Roma achei que deveria ir de novo à Cidade do Vaticano, assim mal sai do Fórum Romano fui em direcção à Piazza Venizia e daí subi toda a Via del Corso (a principal rua e a mais comercial da cidade de Roma).

 

Almocei de novo na cadeia que vende hamburguer's de animais geneticamente modificados (a do palhaço alegre). Onde no dia anterior tinha jantado com a Giovana.

 

(vão contando as vezes que ingeri má, mas calórica, fast food)

 

Acabado o almoço voltei a subir a Via del Corso (avenida com cerca de 5 km de extensão, entre a Piazza Venizia e a Piazza del Popolo), até à Piazza Popolo, isto para ir direcção ao Vaticano, como foi sempre a minha ideia.

 

Lá cheguei, já muito próximo das 18h não vendo o Papa, mas continuo a dizer que aquele ambiente, pelo menos para mim, é inspirador. Aproveitei para reflectir e fortalecer-me, dizendo-me se já chegaste até aqui, vais até ao fim! Sê feliz "puto"! (pensava para mim!)

 

Surge o regresso ao hostel que no fim já adorava, fiz amizade com os recepcionistas, dois deles apenas. Um deles era um rapaz novo da proveniente da África do Sul a viver com os pais em Itália e ele a ter a primeira experiência profissional ali no hostel (grande experiência...desculpem a ironia!), não gostava de surf, nem de ondas, mas conhecia o Figo, o Cristiano Ronaldo e, mal, o Benfica (mal, porque poderia conhecer melhor o Sporting Clube de Portugal, mas não era esse o caso). Com eles falei toda a noite até a ida para a estação, para apanhar o último comboio para o Aeroporto de Fiumicino, o meu porto de abrigo naquela noite.

 

Já no aeroporto e no Terminal B, onde dormi apenas 1h30, dadas as circunstâncias...foi dos dias/noites mais "adrenalinizantes" (já madrugada de dia 9 de Maio).

 

Fiz o meu Chek-In e embarquei num avião já algo antigo, que partiu atrasado para Veneza, com cerca de 1h30 de atraso (à última da hora, o piloto capitão achou que deveria mudar a posição de todas as bagagens do avião, mas para mim aquilo teve também a ver com a passividade e má logística italiana, já bem conhecida de todos).

 

Porque tive de dormir no aeroporto:

Antes de mais tenho de enquadrar dizendo que de Roma para o aeroporto de Fiumicino só há três formas para os passageiros se deslocarem: 1ª) de autocarro, o último da noite era ás 22h32 e o primeiro da manhã ás 5h40; 2ª) de comboio, o último da noite era ás 22h52 e o primeiro ás 5h52; 3ª) de táxi, 40 euros por viagem (40 minutos de caminho).

 

O meu voo para Veneza era ás 7h30 o que quer dizer que eu teria de estar no aeroporto às 6h da manhã, na pior da hipóteses, para fazer Check-In da mochila de costas. O primeiro autocarro da manhã não servia, o primeiro comboio também não servia e o táxi por serem 40 euros estava fora de questão.

 

Então só me restou fazer o mesmo que tinha feito na chegada e o mesmo que a Giovana fizera na noite anterior, ou seja, apanhar o último comboio do saia (partia às 22h32 da Termini Station) e ir dormir para o Aeroporto.

 

E foi esta a razão que me fez dormir no Terminal B do aeroporto de Fiumicino que, por sinal, estava lotado de pessoas a dormir nos bancos e em todas as esquinas que possam imaginar.

 

Conheci aqui um "casal" de norte americanos, com quem conversei até cerca das 4h da manhã (já de dia 9 de Maio). Infelizmente deste momento não tenho fotos...mas dormi entre um banco e uma mesa de revistas, dentro do meu "saco cama", com as mochilas por baixo do banco e eu agarradinho a elas...acordei com o despertador, preparei tudo e...

 

Despedi-me portanto de Roma, cidade que, ao contrário de Barcelona, primeiro odiei, mas depois saí a adorá-la. Tenho de lá voltar.

 

(hoje foi também dia de postais, mais cinco...)

 

...Veneza!

 

ps- as fotos, eu embora vos vá escrevendo (sim para vocês os únicos três espectadores atentos deste blog, sendo eu próprio um deles), eu não tenho ainda Internet nem o meu computador que se avariou, por isso, garanto-vos que assim que os tiver bombardeio cada post com as respectivas fotos.

 

7 momentos:

  

Coliseu de Roma

por: 05/2008

Eu...Coliseu de Roma

por: 05/2008

O coliseu de Roma à distância...

por: TMA 05/2008 

Arco de Constantino

por: TMA 05/2008

Casa de Júlio César

por: TMA 05/2008

Fórum Romano

por: TMA 05/2008

Monumento de Victor Emanuel II (Piazza Venezia)

por: TMA 05/2008

 

...

 

Eis o postal enviado a partir de Roma
a viagem:

publicado por Aubigné às 22:33
link do post | comentar | favorito

A viagem continuou por Roma...

O primeiro grande dia em Roma | Dia 7 | Giovanna Mazarrolo

 

Neste dia de manhã acordei, muito mais calmo e com mais horas dormidas e descansadas, achei que a minha melhor atitude seria a de quebrar a minha timidez e simultaneamente o meu silencio com as minhas parceiras de quarto, assim quebraria também, a minha sensação de solidão...esta seria de agora em diante a minha solução e atitude para o resto da viagem.

 

Assim entre conversa, duas australianas, um das quais passara muito mal a noite dado que estava muito doente...e uma outra estranha que chegara muito tarde durante a noite ao nosso quarto.

 

Comecei por falar com ela em inglês, até saber a sua nacionalidade, era brasileira, tratava-se de "ouro sobre azul" e era "gira"...

 

Era a Giovana de que já vos falei, passou comigo todo o dia, desde as 10h da manhã até às 22h30.

 

Andava a dar uma volta pela Europa, pois o seu namorado estava a estudar em França...já tinha passado, por isso, por Paris, Nice entre outros sítios e aproveitou para ir a Roma antes de regressar ao Brasil...

 

Um grande beijinho Giovana por me teres feito companhia e pela constante e sempre boa disposição...

 

Muito mais havia a dizer, mas nem tudo o que nós sentimos é possível transmitir para o papel ou para texto...nada demais, tratam-se de pequenos pormenores...parece-me, portanto, que assim já seja suficientemente elucidativo no que quero transparecer. (...tomem sempre como pressuposto que, embora não tenha nada de celibatário haja como se fosse um).


publicado por Aubigné às 22:18
link do post | comentar | favorito

ROMA - 6º Dia

Roma | 7 de Maio de 2008

 

Este foi o meu melhor dia depois de alguns menos confiantes e bons é caso para dizer "depois da tempestade vem sempre a bonança", mas não nos podemos esquecer que a seguir a uma bonança volta a ressurgir, sempre, uma tempestade.

 

Conheci uma das minhas colegas de quarto, entre duas australianas, aquela que viria a ocupar a cama vazia daquela noite seria uma brasileira.

 

Foi com ela que passei todo o dia...visitei grande parte da cidade de Roma.

 

Sempre a pé percorremos desde a Piazza del Popolo, o Palazzo di Giutizia, a Piazza Cavour,  o Castel S. Angelo e depois a Cidade do Vaticano...

 

Na Cidade do Vaticano ficámos sensivelmente desde as 11h15 até às 15h...sim vi/vimos o Papa e visitámos o vastíssimo espólio do Museu do Vaticano em busca da Capela Sistina. É impressionante a vastidão e paz que aquele espaço emana...desculpem, a minha estupefacção e apego religioso, de facto sou-o e nunca me senti tãoo bem na minha vida e em toda a minha viagem (minto, pelo menos até aqui...).

 

Almoçámos uns quartos de pizza e seguimos caminho, sempre a pé agora até uma fonte da qual não me recordo o nome (lamento a falta de memória...é a velhice!), mas que tinha uma vista magnífica sobre toda a cidade, lá isso tinha...dali seguimos para Isola Tiberina, uma pequena ilhota no meio do rio Tevere.

 

Mas não parámos por aqui, seguimos pela Via Arenula em direcção ao Panteão e de seguida passámos pela Piazza Navonna...continuámos já pela tare dentro para a Piazza del Parlamento e a seguir um dos ex-líbris da cidade a Fontana di Trevi. Ainda fomos até à Piazza di Quirinale.

 

Aqui ficámos a falar, a conversar e muito mais...

 

Andámos um pouco para trás para ir jantar a essa grande cadeia de hamburguer's fast food (...de novo a do palhaço alegre!)....

 

Falámos, falámos, falámos...alegre e gira Giovana.

 

Dali, sempre a pé e como a Giovana, à semelhança do que me iria acontecer a mim no dia a seguir, tinha de ir dormir ao aeroporto para poder apanhar o seu voo em direcção ao Brasil, fomos a pé até à Piazza della Republica, já muito próximo do nosso hostel.

 

A Giovana foi buscar as suas coisas e eu fui levá-la à estação de comboios...mais uma despedida, mais uma mudança...mas adorei este dia...

 

Naquela noite programei o que ia ver no dia seguinte e fiquei a saber que, como o meu voo para Veneza era no dia 9 de Maio às 7h30, tinha de ir dormir ao Aeroporto.

 

12 momentos:

 

Eu na Piazza Popolo, Portas Tridentes

por: TMA 05/2008

Ponte Romana sobre o rio Tibre

por: TMA 05/2008

Eu e o Castel San't Angelo

por: TMA 05/2008

Papa Bento XVI

por: TMA 05/2008

Praça de São Pedro no Vaticano

por: TMA 05/2008

 

Museu do Vaticano e os seus corredores e a Isola Tiberina

por: TMA 05/2008 

Eu...um tecto no Vaticano...o objectivo era estar mais perto...

por: TMA 05/2008

Uma vista magnífica da cidade de Roma

por: TMA 05/2008

Eu na Piazza Navona

por: TMA 05/2008

Fontana di Trevi

por: TMA 05/2008

A Giovana e eu na Piazza della Republica em Roma

por: TMA 05/2008

 

a viagem:

publicado por Aubigné às 21:44
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 2 de Julho de 2008

ROMA - 5º Dia

Roma | 6 de Maio de 2008

 

Continuou a ser uma continuação de dia difícil...de agora em diante, em média, sabia que de quatro em quatro dias ia viver como o caracol...sempre de casa ás costas e querendo ou não tinha de me habituar a deixar tudo aquilo que conhecera num local, seguir, e deixar muitas coisas ficarem para trás.

 

Passagem do meu diário de viagem do dia  6 de Maio ás 14h30 (dentro do avião da ClickAir):

 

"Estou triste e tenho...muito...mas simultaneamente estou feliz porque consegui voar mais um bocadinho, para já uns minutos...encontro-me precisamente, sozinho, no avião da Clickair em direcção a Roma".

 

Estar sozinho assusta-me verdadeiramente...a falta de companhia...mas eu aceitei e convenci-me a mim mesmo que teria de levar a cabo esta aventura, o estar sozinho era condição e contra isso não poderia gladiar-me...e decidi:...eu fico!

 

Assim foi a chegada a Roma!

 

As primeiras impressões de Roma. Um voo atribulado e turbulento, um comboio interessante (Leonardo Express do aeroporto de Fiumicino até à Termini station).

 

Predominou o mau aspecto, muito mesmo, especialmente com uma estação escura onde para chegar à rua foi quase necessário caminhar 1 km, desde esta até ao hostel foi preciso passar por várias ruas com mau aspecto, e um hostel pior que mau.

 

Agora pensem na súmula destes factores, sozinhos...vou mais ao pormenor.

 

O meu hostel ficava numa rua escondida, num prédio com ar de pensão, com aqueles elevadores - sabem como é? - os porteiros com tatuagens, ar de vendedores de algo ilícito e o quarto localizava-se no segundo andar.

 

O quarto: com um pé direito elevado, com alguma dimensão, com quatro camas, duas cadeiras velhas e uma mesa pequena, com um espelho por cima, uma janela com portadas, sem cortinados e ainda um armário pequeno e velho de parede. Das quatro camas duas estavam ocupadas e outras duas não, eu fiquei com uma junto à parede e com os pés para o armário. Por ultimo, os lençóis e a fronha pareciam asseados, a colcha estava suja (...não me perguntem o que seria aquela sujidade).

 

Quanto ás casas de banho nem vos conto...

 

Ao deitar-me acalmei...sabia que a única coisa que tinha de fazer era dormir para amanhã. Esta foi a parte óptima deste dia, como vos havia dito...(não tinha dormido muito no dia anterior).

 

Dormi...

 

E acreditem que nada é definitivo, tudo muda, perceberam porquê...

 

A Raquel, a Irina e o André fizeram-me companhia nesta noite enquanto estive na net...não me lembro se a Catarina de Sousa já me fazia companhia por mail, mas acho que sim.

 

3 melhores momentos deste primeiro dia (fraquinhos, hum!):

 

Leonardo Express comboio que me levou até Roma

por: TMA 05/2008

Eu dentro do comboio Leonardo Express

por: TMA 05/2008

Metro em Roma

por: TMA 05/2008

a viagem:

publicado por Aubigné às 17:17
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.Maio 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30



.a viagem

. 3 "slide show" 3(3)

. agradecimentos(1)

. amesterdão(4)

. amigos(1)

. barcelona(5)

. barreiras(3)

. berlim(4)

. biarritz(4)

. dedicatória(1)

. destaque(2)

. dos...conhecidos(10)

. dos...de...portugal(1)

. extras...(17)

. lisboa(1)

. londres(4)

. madrid(4)

. mapa(1)

. melhores fotos(1)

. novo(2)

. o blog(1)

. paris(4)

. preparativos(5)

. projectos(1)

. roma(3)

. san sebastian/donostia(6)

. última imagem(1)

. ultrapassados os...(2)

. um pouco de diário...(1)

. veneza(2)

. viena(4)

. todas as tags

.o percurso

. NOVO BLOG

. BOAS FESTAS

. O vídeo...a passagem...o ...

. Será já amanhã...

. ...e como está...

. ...mesmo, mesmo aí...

. Elas estão quase aí...

. ...

. 3º "slides show" 3

. 2º slide show de 3

. ...excelente...outra vez!

. ...bom dia...

. ...

. 3...

. Fiquei hoje a saber...

. Está demorado, bem sei...

. Também tenho saudades...

. Quase novidades...

. A imaginação...

. Curiosos...?

.arquivos

. Maio 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.links

.subscrever feeds

.músicas em viagem

.c. v. resumido

Currículo Vitae
Tiago Maria d' Aubigné
Contacto
tiagorib@hotmail.com
Dados Pessoais
Nascido em 1981
Experiência Profissional
07/2008 até ao momento - Colaborador da Multipessoal-Sociedade de Prestação e Gestão de Serviços do Grupo Espírito Santo exercendo a função de Gestor Comercial na sua área de especialização, isto é, Recursos Humanos
10/2006 a 04/2008 - Colaborador Independente do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE), no âmbito da Presidência Portuguesa da União Europeia
11/2005 a 09/2006 - Colaborador numa empresa de Consulturia Fiscal, como Tax Consultant
02/2005 a 08/2005 - Estágio Curricular no instituto Nacional de Administração (INA) no âmbito das Novas Tecnologias da Informação
Formação Académica
10/2005 a 10/2006 - Pós-Graduado em Economia e Políticas Públicas pelo Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (ISCTE)
10/2001 a 10/2005 - Licenciado em Gestão e Administração Pública pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP), média final de curso 14 valores
Outras Informações Disponibilidade total
Flexibilidade de horários
Habituado a viajar pelo país e pelo estrangeiro
Muito bom nível de inglês falado, lido e compreendido
Muito bom nível de espanhol/castelhano falado, lido e compreendido
Excelentes capacidades de comunicação
Não fumador
Praticante de diversos desportos
A viagem...
Considera esta a primeira e melhor de muitas viagens que pretende fazer, quanto mais não seja pela genialidade de ter sido completamente inovador em viajar por um mês sempre de avião
Futuro...
...considera-a uma palavra muito logínqua e intemporal. Mas como qualquer "viajante" perspectiva sempre uma nova viagem, desta vez por...mas sempre com muitas novidades!
free counter
free hit counter