Quarta-feira, 20 de Agosto de 2008

Por Amesterdão foi assim...

Há sempre quem acabe por abrilhantar a nossa passagem | ...ou torná-la mais especial

 

Como aconteceu em todos os outros locais por onde passei até agora, Amesterdão não foi excepção. Também por aqui conheci mais pessoas que tornaram especial a minha passagem por esta terra de diversão constante e que nunca foi por mim considerada uma das passagens mais desejadas.

 

Como já referi conheci, desde muito cedo, sem dar conta, a Viviane e o Luciano porque ela me pediu para tirar uma foto antes de partir de Berlim para Amesterdão, junto ao avião da Transavia.

 

Dois brasileiros julgo que ambos jornalistas, já de uma idade diferente da minha, mas nada velhos e que andavam a passear pela Europa...ambos gente excelente e alegríssima, aliás, à semelhança de todos os brasileiros.

 

Conheci também o já jovem adulto da Grécia, John Konstantinou que tinha vindo de Atenas e que se encontrava ali em Amesterdão numas conferências sobre áudio, que estavam a decorrer no Van Gogh Museum. Segundo ele, a gastar todo o dinheiro de que dispunha, mas não queria deixar de fazer aquela viagem e, pelos vistos, fez.

 

Para além dele conheci ainda o grupo de brasileiros de que vos falei no dia 18 de Maio, as minhas últimas horas por Amesterdão...de entre os quais figuravam 4 raparigas e 3 rapazes, sem contar com a Viviane, o Luciano e eu.

 

Para além disso acrescento a Joana, rapariga portuguesa (miúda nova) que trabalhava na Wok to Walk e um rapaz novo que, enquanto fui dar uma volta de comboio para dar uma vista de olhos pelos arredores de Amesterdão, entrou na paragem do aeroporto de Schipool, era natural de Lima, capital do Peru e estava a fazer escala em Amesterdão pois tinha vindo de Taiwan. 

 

No dia em que me preparava para ir para Londres, dia 19 de Maio de 2008, enquanto lavava, pela primeira vez uma parte da minha roupa na lavandaria do hostel StayOkay Vondelpark, apanhei um conjunto de older's Australianos, mas com um espírito magnifico que se encontravam a lavar também a roupa deles dado que iam partir para Hamburgo logo de seguida.

 

De entre eles retive um contacto de um escritor australiano Frank Ainslie, certamente não será muito conhecido senão não estaria ali no hostel (poderá não ter nada a ver)...mas se vocês vissem o espírito daqueles jovens muito adultos, vocês ficariam surpreendidos, eram no total 6 pessoas, três mulheres e três homens, divertidíssimos.


publicado por Aubigné às 20:25
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De analisedalma a 23 de Agosto de 2008 às 23:10
Não preferias ter feito a viagem com o teu grupo de amigos?
Começo a questionar o quão bom é viajar sozinho, sinceramente.
Tantos locais e ninguem para dar aquele empurrãozinho com o cotovelo e comentar a viagem...
Pocamoca
SS


De Aubigné a 25 de Agosto de 2008 às 10:24
Bom dia,

É das perguntas mais difíceis que me poderiam fazer por várias razões que, de certeza, seriam enfadonhas para todos especialmente pelas suas especificidades.

Mas, principalmente porque não lhe sei responder.

Por isso, deixo aqui um textito que visa definir algumas das possíveis razões.

Para mim foi óptimo poder viajar sozinho porque dás muito mais atenção aos pequenos pormenores, isto é, à terra, ás pessoas e a não dependência de alguém que está ali e que foi connosco tornam-te completamente livre e com vontade de conhecer e aprofundar, ainda mais, tudo aquilo que se predispõe a aparecer-te pela frente.

A unir a isto eu precisei de partir também ao meu encontro. Esta foi uma forte razão para partir sozinho.

Conclui, contudo, que era pouco tempo um mês para encontrarmo-nos seja lá no que for que achemos importante explorar-mos dentro ou fora de nós.

Certamente que também há diversas desvantagens quando se parte para uma aventura sozinho e aquela que me parece ter principal impacto é que estás sozinho e quando te sentes sozinho (se tiveres tempo para ter este sentimento!), então não tens por lá, de facto, ninguém que te dê aquela massagem cerebral, afecto, carinho e atenção. E estes nesses momentos tornam-se, simplesmente, cruciais. Acredita! Mas passam rápido também (se é que me faço entender)!

Por isso existem os que vão sozinhos e aqueles que gostam de ir acompanhados, são perspectivas, são formas diferentes de ver e estar no mundo…e em momentos distintos das nossas vidas, certamente!

Mas geralmente o quão bem te faz viajar suplanta todos os “maus sentimentos” que possas sequer sentir, mesmo que estejas sozinho.

E a sensação de ser livre e de estar livre é uma das melhores.

Experimenta se quiseres...e se quiseres companhia, tou nessa (porque também gosto de companhia, não sou quadrado!). :)

TMA

obs: acrescento ainda que parti em Maio é um mau mês para que haja alguém disponível para vir connosco aventurar-se.

obs1: queres com isso dizer que achas “boring” todo este percurso sozinho? Pergunto pela forma como colocas a tua questão.

obs2: o que te posso dizer é que vivi cada momentos desta viagem de forma muito, mas muito intensa, todos os momentos foram óptimos e conheci muitas pessoas que certamente seguiram as suas vidas, mas o que ficou delas foi o bocadinho que construíram em mim. Foram mais um grão de areia que se acamou nos que já existiam tornando a rocha mais sólida. Não te sei responder pocamoca ss, mas posso dizer-te, com certeza, que adorei ter feito a viagem sozinho!


De analisedalma a 25 de Agosto de 2008 às 20:59
:) É apenas curiosidade
Não penso ou jugo que seja aborrecido, nem de longe mas v(l)endo que foi uma viagem tão grande, questionei-me.
Nada nesta jornada há que eu pense enfadonho, porque tem tudo um cheiro a aventura com um constante sorriso...mas questionei-me e depois: questionei o Autor:)
A maneira como eu faço as perguntas....tenho um bug no sistema...o que eu quero dizer fica sempre bem no pensamento mas em palavras ditas, escritas é uma dislexia total:)
Quanto ao "Textito" ...muito elucidativo :))
Pocamoca
SS


De Aubigné a 26 de Agosto de 2008 às 09:01
Bom dia Pocamoca SS,

Mais uma vez cá estamos nós a trocar ideias...

E o meu blog que não passa daqui, hem ! A razão:
Se tu por vezes tens um bug no transporte textual das ideias que te passam pela cabeça, eu tenho um bug no meu computador...pior eu não tenho net .

Logo não posso escrever posts .

A única forma de o fazer é através da net do trabalho, mas nesta eu não posso elaborar muito exaustivamente posts , senão tenho os chefes e os patrões à perna...e isso seria uma bronca do caramba!

Posso, no entanto, deixar-te um pedido Pocamoca SS, vai dando a conhecer este blog ao maior número de pessoas que conheças e conseguires...

Dado que no final, em princípio vou ter uma "surpresa" e, também, se tudo correr bem, vou voltar a partir e a fazer um blog em tempo real durante a próxima aventura.

With regards,
TMA


Comentar post

.Maio 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30



.a viagem

. 3 "slide show" 3(3)

. agradecimentos(1)

. amesterdão(4)

. amigos(1)

. barcelona(5)

. barreiras(3)

. berlim(4)

. biarritz(4)

. dedicatória(1)

. destaque(2)

. dos...conhecidos(10)

. dos...de...portugal(1)

. extras...(17)

. lisboa(1)

. londres(4)

. madrid(4)

. mapa(1)

. melhores fotos(1)

. novo(2)

. o blog(1)

. paris(4)

. preparativos(5)

. projectos(1)

. roma(3)

. san sebastian/donostia(6)

. última imagem(1)

. ultrapassados os...(2)

. um pouco de diário...(1)

. veneza(2)

. viena(4)

. todas as tags

.o percurso

. NOVO BLOG

. BOAS FESTAS

. O vídeo...a passagem...o ...

. Será já amanhã...

. ...e como está...

. ...mesmo, mesmo aí...

. Elas estão quase aí...

. ...

. 3º "slides show" 3

. 2º slide show de 3

. ...excelente...outra vez!

. ...bom dia...

. ...

. 3...

. Fiquei hoje a saber...

. Está demorado, bem sei...

. Também tenho saudades...

. Quase novidades...

. A imaginação...

. Curiosos...?

.arquivos

. Maio 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.links

.subscrever feeds

.músicas em viagem

.c. v. resumido

Currículo Vitae
Tiago Maria d' Aubigné
Contacto
tiagorib@hotmail.com
Dados Pessoais
Nascido em 1981
Experiência Profissional
07/2008 até ao momento - Colaborador da Multipessoal-Sociedade de Prestação e Gestão de Serviços do Grupo Espírito Santo exercendo a função de Gestor Comercial na sua área de especialização, isto é, Recursos Humanos
10/2006 a 04/2008 - Colaborador Independente do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE), no âmbito da Presidência Portuguesa da União Europeia
11/2005 a 09/2006 - Colaborador numa empresa de Consulturia Fiscal, como Tax Consultant
02/2005 a 08/2005 - Estágio Curricular no instituto Nacional de Administração (INA) no âmbito das Novas Tecnologias da Informação
Formação Académica
10/2005 a 10/2006 - Pós-Graduado em Economia e Políticas Públicas pelo Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (ISCTE)
10/2001 a 10/2005 - Licenciado em Gestão e Administração Pública pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP), média final de curso 14 valores
Outras Informações Disponibilidade total
Flexibilidade de horários
Habituado a viajar pelo país e pelo estrangeiro
Muito bom nível de inglês falado, lido e compreendido
Muito bom nível de espanhol/castelhano falado, lido e compreendido
Excelentes capacidades de comunicação
Não fumador
Praticante de diversos desportos
A viagem...
Considera esta a primeira e melhor de muitas viagens que pretende fazer, quanto mais não seja pela genialidade de ter sido completamente inovador em viajar por um mês sempre de avião
Futuro...
...considera-a uma palavra muito logínqua e intemporal. Mas como qualquer "viajante" perspectiva sempre uma nova viagem, desta vez por...mas sempre com muitas novidades!
free counter
free hit counter